NOTÍCIAS

Informações atualizadas todos os dias

Preços do trigo disparam em Chicago com menores safras e cobertura de posições

Agência SAFRAS

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o trigo encerrou com preços acentuadamente mais altos. O mercado foi impulsionado por um movimento de cobertura de posições e por preocupações com cortes de safras da França e da Rússia. Os preços chegaram ao maior nível desde 9 de junho.

Fundos de investimentos compraram as posições vendidas anteriormente após elas terem caído bastante com o avanço da colheita nos Estados Unidos. Com os trabalhos superando a metade, a pressão de oferta começa a ser menor.

Segundo a Agência Reuters, a safra dos Estados Unidos também deve ser reajustada para baixo. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulga, na sexta-feira, seu relatório mensal de oferta e demanda. Analistas consultados esperam que o USDA corte a produção de trigo norte-americana de 1,877 para 1,848 bilhão de bushels.

No fechamento de hoje, os contratos com entrega em setembro de 2020 eram cotados a US$ 5,16 1/2 por bushel, ganho de 21,25 centavos de dólar, ou 4,29%, em relação ao fechamento anterior. Os contratos com entrega em dezembro de 2020 eram negociados a US$ 5,21 3/4, alta de 19,75 centavos de dólar, ou 3,93%, em relação ao fechamento anterior.