NOTÍCIAS

Informações atualizadas todos os dias

Dólar em queda deve travar negócios com milho no Brasil

Agência SAFRAS

O mercado brasileiro de milho deve ter uma quarta-feira mais travada nos negócios, em meio à queda do dólar frente ao real, o que dificulta a formação de preços nos portos. No cenário internacional a Bolsa de Chicago mantém o tom negativo da última sessão.

Ontem (28), o mercado brasileiro de milho manteve preços poucos alterados. Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Paulo Molinari, mesmo com a entrada da safrinha, as cotações se mantêm sustentadas no país.

No Porto de Santos, o preço ficou em R$ 51,50/53,00 a saca. No Porto de Paranaguá (PR), preço em R$ 50,50/52,00 a saca.

No Paraná, a cotação ficou em R$ 45,00/46,00 a saca em Cascavel. Em São Paulo, preço de R$ 49,00/50,00 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 49,50/51,00 a saca.

No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 50,00/51,00 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 44,00/45,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 40,50 – R$ 42,00 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, preço ficou a R$ 38,50/40,00 a saca em Rondonópolis.

Chicago 

A posição setembro opera com queda de 0,50 centavo, ou 0,15%, cotada a US$ 3,19 1/2 por bushel.

O mercado opera em queda ainda refletindo os sinais de melhora nas condições das lavouras norte-americanas. Segundo a Agência Reuters, a previsão é de clima benéfico na maior parte do cinturão produtor norte-americano, incluindo chuvas na parte sul do Meio Oeste no final desta semana.

Os contratos de milho com entrega em setembro fecharam a US$ 3,20, com baixa de 5,00 centavos, ou 1,53%, em relação ao fechamento anterior.

Câmbio 

O dólar comercial registra desvalorização de 0,52%, cotado a R$ 5,1350.

Indicadores financeiros

  • As principais bolsas da Ásia fecharam mistas. Xangai, +2,06%. Tóquio, -1,15%.
  • As principais bolsas na Europa operam em mistas. Paris, +0,82%; Frankfurt, -0,03%; Londres, +0,15%.
  • O petróleo opera com ganhos. Setembro do WTI em NY: US$ 41,15 o barril (+0,99%).
  • O Dollar Index registra estabilidade, a 93,70 pontos.