NOTÍCIAS

Informações atualizadas todos os dias

Monitoramento de percevejos e lagartas na soja

Mais Soja

Percevejos e lagartas são pragas frequentemente encontradas em lavouras de soja e que se destacam pelo elevado potencial em causar danos à cultura. Tendo em vista a importante influência e impacto dessas pragas na cultura da soja, o controle eficiente delas é indispensável para obtenção de boas produtividades, sendo o monitoramento das pragas uma das principais ferramentas utilizadas para um controle eficiente.

Em vídeo, Glauber Stürmer, Pesquisador da CCGL, explica que o monitoramento de pragas nos estádios iniciais do desenvolvimento da soja é de suma importância para identificar o início da infestação das pragas. A partir dos estádios V4 – V5, Glauber demostra que é possível a utilização do pano de batida vertical como ferramenta para o monitoramento das pragas.

Figura 1. Uso do pano de batida vertical para monitoramento de pragas da soja.

Fonte: Rede Técnica Cooperativa – RTC

Além do monitoramento da população e espécies de praga, o pano de batida vertical pode ser utilizado como ferramenta para avaliar a eficiência de métodos de controle.

Glauber explica que em virtude do atraso da semeadura da soja, é possível encontrar áreas com ciclo de desenvolvimento mais adiantado e áreas com ciclo de desenvolvimento mais atrasado, fato que possibilita a migração de algumas pragas entre lavouras, sendo assim, deve-se priorizar o monitoramento nessas condições.

O pesquisador destaca que o monitoramento e identificação das espécies de praga é fundamental para a assertividade das medidas de controle, podendo o monitoramento auxiliar na definição do produto adequado para controle.

Outra característica importante do monitoramento de pragas, é que auxilia o técnico e/ou produtor da definição do momento de controle, com base na população de pragas presentes, podendo ser realizado o controle sempre que atingidos os níveis de ação para determinada praga.

Tabela 1. Níveis de ação para as principais pragas da soja.

Fonte: Grigolli (2017)

Confira abaixo as contribuições do pesquisador da CCGL Glauber Stürmer.